Você está aqui: Página Inicial > Contents > Menu > Quem somos?
conteúdo

Quem somos?

por mateus publicado 29/05/2018 13h40, última modificação 24/05/2019 14h11

grupo de pesquisa do CNPQ denominado Qualidade, Acessibilidade, Tecnologia e Percepção do ambiente construído” foi criado em 2009.

Em 2012, com o crescimento do grupo e aumento das atividades de pesquisa e extensão, houve a necessidade de formalizar o LACESSE – Laboratório de Acessibilidade – e como consolidação de uma linha de pesquisa de acessibilidade no âmbito da pós-graduação, pela primeira vez foi ministrada a disciplina “Tópicos Especiais IV: Acessibilidade no ambiente construído”, no PPGAU (Programa de Pós-graduação em Arquitetura e Urbanismo), da UFPB, contando com 14 alunos matriculados e coordenado pela Profa. Dra. Angelina Costa. Hoje conta com três linhas de pesquisa:

 Linha de pesquisa 1: Acessibilidade e Percepção do ambiente construído.

 Descrição: Abrange pesquisas voltadas para a acessibilidade em seu sentido amplo, contemplando a percepção ambiental. Consideram-se os usuários (inclusive aqueles com alguma deficiência) e a melhoria contínua do processo de projeto através de métodos e técnicas (inclusive de avaliação pós-ocupação); tendo como objetos de estudo tanto o edifício quanto o meio urbano construído (em pequena escala), na perspectiva do design universal. Fundamentam-se em reflexões teóricas, conceituais e metodológicas e em uma análise multidisciplinar, envolvendo vários campos da ciência. Tem como palavras-chave: Acessibilidade integral; Percepção Ambiental; Relação pessoa-ambiente; Design universal; Qualidade do projeto; Novas tecnologias; e Processo de projeto colaborativo e participativo. Como parte integrante desse projeto já foram defendidas 04 dissertações, sob a orientação da docente, a saber: “Inserção de acessibilidade em áreas tombadas: Roteiro turístico para pedestres no Centro de João Pessoa-PB” (Emanoella Matias, 2015), Acessibilidade físico-espacial em hospital público na percepção do usuário com deficiência: estudo de caso em João Pessoa-PB (Larissa Silva, 2014), Acessibilidade em sistema de circulação de pedestre: Avaliação do Campus I da UFPB (Bruna Sarmento, 2012) e Acessibilidade física do idoso ao espaço público: Estudo e proposições projetuais em João Pessoa-PB (Marcella Cunha, 2011). Além disso, já foram desenvolvidos alguns importantes projetos e programas de extensão, com financiamento, tais como: “Acessibilidade, Tecnologias Assistivas e Inclusão: UFPB para todos” (PROEXT, 2014).

Linha de pesquisa 2: Mobilidade e Qualidade ambiental urbana

Descrição: Contempla pesquisas sobre a mobilidade urbana e a qualidade ambiental urbana, englobando o planejamento de uso e ocupação do solo, e o desenho urbano, a partir de uma visão mais sustentável, e na escala da fração urbana (micro). Estudam-se aspectos de conforto ambiental como componente essencial da qualidade do espaço construído. Trabalhe-se com foco no transporte ativo (pedestre e bicicleta).Tem como palavras-chave: Transporte Ativo (pedestre e bicicleta); Percepção Ambiental; Espaços Livres Públicos; Mobilidade Urbana; Planejamento Experimental; e Projeto colaborativo e participativo. Como parte integrante desse projeto já foram defendidas 03 dissertações, sob a orientação da docente, cujos títulos seguem: “O potencial da bicicleta para a melhoria da mobilidade urbana: Estudo de caso do Campus I da UFPB”(Caroline Cevada, 2015); “A qualidade das calçadas e agentes: Um estudo de caso da Av. Pres. Epitácio Pessoa-PB”(Marjorie Gomes, 2015);  “Ciclovias como uma alternativa para a mobilidade urbana sustentável: os casos de Manaus-AM e João Pessoa-PB”(Helen Neri, 2014), . E concluídos 03 PIBICs (2012-2013/ 2013-2014/ 2014-2015); além de alguns programas de extensão importantes como o “Caminhos acessíveis: Mobilidade inclusiva na UFPB” (PROEXT 2014) e o “Programa Incluir” (2011).

 Linha de pesquisa 3: Projeto centrado no usuário

Descrição: Pesquisas voltadas para a acessibilidade em seu sentido amplo, contemplando aspectos ergonômicos, tecnológicos e de percepção ambiental. Consideram os usuários como foco do projeto (inclusive aqueles com deficiência e/ou mobilidade reduzida) e a melhoria contínua do processo de projeto através de métodos e técnicas de avaliação; tendo como objetos de estudo tanto o edifício quanto o meio urbano construído (em pequena escala, contemplando aí a mobilidade ativa). Fundamentam-se em reflexões conceituais e metodológicas e em uma análise multidisciplinar, envolvendo práticas de colaboração e participação.

 

Objetivos

objetivo do LACESSE é dar apoio às atividades de ensino nas disciplinas do curso de Arquitetura e Urbanismo, vinculadas às áreas de Projeto (de edificações e urbano) e Tecnologia da Arquitetura, como também promover a consolidação de pesquisa científica na área e a prática da extensão já difundida na UFPB.

 Dentre os objetivos específicos merecem destaque os seguintes tópicos:

Contribuir para a melhoria da qualidade do ensino do curso de Arquitetura e Urbanismo e áreas afins, num espaço de referência teórica e prática, uma vez que o laboratório pode oferecer práticas tais como a Vivência de Acessibilidade (para as disciplinas de Desenho Urbano I, Projeto de Edificações, dentre outros), além de fonte de consulta para as demais disciplinas de projeto, tecnologia e urbanismo;

  • Desenvolver pesquisas na área, compartilhando conhecimento;

  • Abrigar atividades de extensão vinculadas à temática, o que é uma necessidade real tanto interna quanto externa à UFPB, de apropriação com a comunidade.

  • Apoiar o desenvolvimento de dissertações de Mestrado e Doutorado do PPGAU;

  • Estabelecer parcerias com laboratórios do DAU, da UFPB (outros departamentos) e instituições;

  • Estabelecer parcerias com órgãos públicos, além de não governamentais;

  • Difundir ciência e tecnologia por meio da divulgação pública de resultados de pesquisas em andamento;

  • Dar suporte às ações do Comitê de Inclusão e Acessibilidade - CIA da UFPB, por meio da participação efetiva no Grupo de Trabalho 'Acessibilidade Arquitetônica', onde o laboratório mantém um assento.

Atuação

  •  Ensino

 Graduação

 O Lacesse apóia várias disciplinas da graduação em Arquitetura e Urbanismo, no desenvolvimento de suas atividades, das áreas de projeto de arquitetura e urbanismo e tecnologia, contribuindo para a melhoria da qualidade do ensino do curso. Tais como Projeto de Edificações I, Desenho Urbano I, dentre outros.

 Pós-graduação – PPGAU/UFPB

 Orientação de dissertações dentro área de concentração “Arquitetura e cidade: Processo e Produto”, na linha de pesquisa “Qualidade ambiental urbana e do edifício”. Além disso a coordenadora do laboratório ministra as disciplinas: Acessibilidade no ambiente construído e Projeto centrado no usuário como tópicos especiais e participa de outros.

  •  Pesquisa

 O Lacesse desenvolve pesquisas financiadas junto ao MEC-Sesu, CNPq, CAPES e UFPB (Ver pesquisas), participando de programas importantes, tais como: Programa INCLUIR (Mec-Sesu), Programa PIBIC (PRPG-UFPB), Programa PROEXT, entre outros.

  •  Extensão

 O Lacesse desenvolve ações de extensão junto a PRAC-UFPB, via PROBEX e FLUEX e está aberto à parcerias com órgãos institucionais no apoio a atividades que visem a acessibilidade. Conta com uma equipe capacitada de pesquisadores.

  •  Participação no Comitê de Inclusão e Acessibilidade da UFPB - CIA/UFPB

O Lacesse faz parte do Comitê de Inclusão e acessibilidade, o CIA, por meio do Grupo de trabalho - Acessibilidade Arquitetônica (GT - AA). Saiba mais clicando aqui.