Você está aqui: Página Inicial > Contents > Menu > PIBIC/PIVIC
conteúdo

PIBIC/PIVIC

por danielrocha publicado 26/10/2015 14h07, última modificação 26/10/2015 14h07

Projeto: REFORMAS EDITORIAIS EM JORNAIS IMPRESSOS DIÁRIOS

Apresentação: Este projeto enfoca a reforma editorial de jornais impressos diários, como ponto de apoio para realizar observações pertinentes sobre o conjunto midiático. As particularidades das reformas editoriais levantam uma série de questões sobre mercantilização da notícia e sobre os dilemas da comunicabilidade na relação entre empresas, suportes, técnicas de produção de notícias e práticas de leitura. A partir da reforma editorial, o problema de pesquisa tem como eixo os parâmetros que se materializam em reformas dos jornais impressos de referência. O termo parâmetro é usado para evitar confusão com a noção de critérios de noticiabilidade, que designa uma esfera de decisões editoriais aplicadas ao cotidiano da produção. A ideia de parâmetro está ligada a tais critérios, porém busca outro grau de abstração, implicando a construção de balizas mais amplas e não necessariamente conscientes, ainda que as deliberações cotidianas façam parte dela. Em termos gerais, trata-se de investigar como os parâmetros traduzem relações diferentes fatores: mercantilização das notícias; serviços noticiosos voltados ao indivíduo (como os cadernos do tipo seu dinheiro ); entretenimento focado em celebridades; reportagem, investigação e do papel geral de serviço público e de vigilância social; entre outros fatores relevantes. Assim, a noção de parâmetro coloca no núcleo da preocupação um aspecto interno e profundo do jornalismo, pretendo ser um ângulo especificamente jornalístico para se enxergar a relação entre processo midiático e processo social.

Coordenador: Pedro Benevides
Alunos envolvidos:
Natureza: Departamental

 

Projeto: A COMUNICAÇÃO NOS MOVIMENTOS SOCIAIS BRASILEIROS: UMA LEITURA DAS DIFERENÇAS REGIONAIS

Apresentação: Esse projeto tem por objetivo descobrir e mapear os processos por que passa a comunicação dentro dos Movimentos Sociais, em diferentes regiões brasileiras, incluindo os meios utilizados, conteúdos produzidos e atores que atuam especificamente na construção da comunicação.

Período de realização: 2015 -atual
Coordenadora: Cicilia Maria Frohling Peruzzo
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (3) .
Integrantes:  Sandra Raquew dos Santos Azevêdo, Maria Alice Compagnoli Otre, Luzia Mistue Yamashita Deliberador, Nivia Canalli Bona e Ana Cristina Suzina

 

Projeto: JORNALISMO E DISPOSITIVOS MÓVEIS: A EXPERIÊNCIA DOS JORNAIS PARAIBANOS

Apresentação: O projeto mapea as estruturas de TVs públicas na região NE, investiga os processos de intervenção da sociedade, reflete sobre os mecanismos de atuação do jornalista no cenário da televisão pública..

Período de realização: 2014 - Atual
Coordenadora: Sandra Regina Moura
Alunos envolvidos:

 

Projeto: OBSERVATÓRIO DO JORNALISMO NO SEMI-ÁRIDO PARAIBANO: O DISCURSO DA CONVIVÊNCIA COM A SECA/SEMI-ÁRIDO E SEU AGENDAMENTO NA IMPRENSA E NAS CAMPANHAS ELEITORAIS NAS ELEIÇÕES 2014

Apresentação: seca (estiagem) pelos candidatos ao Governo na Paraíba e à Presidência Paraibano, destinado a refletir inicialmente sobre o agendamento midiático das práticas de convivência com o semi-árido discutidas na imprensa paraibana, bem como a incidência do discurso da República nas Eleições 2014.E tem por objetivos: - Traçar perfil quantitativo e qualitativo da cobertura no jornalismo impresso da Paraíba paraibana sobre temas relativos às práticas de convivência com o semi-árido paraibano, refletindo sobre a construção social desse agendamento, seus enquadramento e atributos; - Monitoramento mensal da mídia impressa local durante um os 36 meses da pesquisa, criando com isso uma prática de formação contínua para estudantes de jornalismo, no campo dos estudos sobre agendamento midiático e na análise de fenômenos sócio-ambientais, no caso da estiagem e do comportamento político frente a essas demandas; - Monitoramento e análise da incidência na imprensa local da agenda dos candidatos ao Governo e à Presidência das Republica nas Eleições 2014, no que diz respeito à temática dos projetos voltados à população do semi-árido paraibano e a apropriação do discurso sobre a convivência com a seca/semi-árido.

Período de realização: 2013 - Atual
Coordenadora: Sandra Raquew dos Santos Azevêdo
Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Carlos Alberto Farias de Azevêdo Filho e Roberta Kelly de Sousa Ramos

 

Projeto: AS MULHERES PARAIBANAS NO PODER MUNICIPAL E SUAS ESTRATÉGIAS DE COMUNICAÇÃO

Apresentação: Objetivos Gerais a)Avaliar a participação da mulher no processo eleitoral de 2012, na Paraíba. b)Analisar as estratégias de comunicação das mulheres paraibanas na campanha eleitoral de 2012. c)Conhecer o perfil das prefeitas paraibanas nos mandatos 2008/12 e 2013/16 d)Mapear quem são os eleitos e eleitas ao poder executivo municipal e Câmaras de Vereadores, nas eleições de 2012, na Paraíba, a partir de dados dos tribunais eleitorais; e) Analisar, com base nos dados do TSE, percentuais de participação feminina na composição das candidaturas no estado .

Período de realização: 2013 - Atual
Coordenador: Gloria de Lourdes Freire Rabay
Alunos envolvidos: Maria Eulina Pessoa de Carvalho, ANNE KELLY DA SILVA MACEDO, JESSÍCA TAMIRES FEIJO DA SILVA, Luis Thales BEZERRA, GEYSIANNE FELIPE DO NASCIMENTO, Marco Antonio Oliveira, Uane Junilhia Barbosa, Carla Braga Fernandes e Adenilda Bertoldo Alves de Morais

 

Projeto: TRAJETÓRIAS E CONTRIBUIÇÕES DOS NÚCLEOS DE ESTUDOS DA MULHER E RELAÇÕES DE GÊNERO INTEGRANTES DA REDE FEMINISTA NORTE E NORDESTE DE ESTUDOS E PESQUISA SOBRE MULHER E RELAÇÕES DE GÊNERO-REDOR: DO PESSOAL AO INSTITUCIONAL

Apresentação: O projeto pretende visibilizar as contribuições das mulheres ao conhecimento acadêmico e o desenvolvimento dos estudos das mulheres, feministas e de gênero na educação superior, através de mapeamento e análise das trajetórias e contribuições dos Núcleos de Estudos da Mulher e Relações de Gênero das diversas IES integrantes da Rede Feminista Norte e Nordeste de Estudos e Pesquisa sobre a mulher e relações de gênero-REDOR, destacando suas contribuições científicas, e as trajetórias e perspectivas de suas/seus fundadoras/es e atuais dirigentes..

Período de realização: 2013 - Atual
Coordenação: Gloria de Lourdes Freire Rabay / Maria Eulina Pessoa de Carvalho
Alunos envolvidos: Doutorado: (2)
Integrantes: Anita Leocádia Pereira dos Santos, Lucimeiry Batista da Silva, Norma Maria Macedo Mafaldo, Flavia Maia Guimarães, Rita Cristiana Barbosa,  Ângela Maria Figueirêdo  e Lígia Luís de Freitas - Integrante.

 

Projeto: PERSPECTIVAS PROFISSIONAIS DISCENTES NA ESCOLA DE ENSINO MÉDIO LYCEU PARAIBANO

Apresentação: O objeto deste plano de trabalho é estudar a percepção dos docentes e discentes, na Escola de Ensino Médio Lyceu Paraibano sobre as perspectivas de carreira acadêmica e profissional do alunado, considerando as relações de gênero e suas posições na estrutura social. Importando saber de que forma o gendramento é (não) pensado no cotidiano escolar.

Período de realização: 2012 - Atual
Coordenadora: Gloria de Lourdes Freire Rabay
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1)
Integrantes: BRENDO BARBOZA DE SOUSA - Integrante / DYASMIM DE SOUSA MANGUEIRA - Integrante / Érica Jaqueline Soares Pinto - Integrante.

 

Projeto: RELAÇÕES DE GÊNERO NA UNIVERSIDADE: CARREIRAS DOCENTES E PERSPECTIVAS PROFISSIONAIS DISCENTES

Apresentação: A pesquisa objetiva mostrar como as relações de gênero condicionam as carreiras universitárias docentes e as perspectivas profissionais discentes hoje quando as mulheres são a maioria dos docentes e dos estudantes dos cursos superiores. Levantamentos quantitativos evidenciam uma sexualização/gendramento do conhecimento e das carreiras, quando se considera a distribuição de matrículas por sexo nos cursos superiores e a distribuição de docentes por sexo, departamento e centro. De modo geral, apesar do crescimento de sua participação, as mulheres ainda são minoria na docência superior, nos níveis mais elevados da carreira e na pesquisa, seja como líderes de grupos, seja como bolsistas de produtividade CNPq, em todas as áreas do conhecimento, mesmo naquelas tradicionalmente femininas, exceto Letras e Artes. Daí a importância de investigar mais a fundo a configuração de gênero das práticas acadêmicas de formação e produção do conhecimento, e a percepção das relações de gênero na universidade por docentes e discentes. O campo de investigação será a Universidade Federal da Paraíba, Campus 1, em João Pessoa. Será efetuado um mapeamento da distribuição por sexo, idade, curso ou departamento, e área de conhecimento de docentes e discentes, destacando o recorte dos líderes de grupos de pesquisa e bolsistas de produtividade CNPq, e estudantes/bolsistas PIBIC. Serão entrevistados docentes de cursos mais femininos (Enfermagem, Nutrição, Pedagogia e Serviço Social), mais masculinos (Física, Matemática, Ciências da Computação e Engenharia Mecânica) e mais equilibrados quanto à composição de sexo (Medicina e Direito), acerca de suas percepções das relações de gênero na vida e carreira acadêmica, e no desempenho de estudantes do sexo masculino e feminino. Um questionário será aplicado aos estudantes/bolsistas PIBIC e a uma amostra aleatória de 10% de concluintes dos cursos selecionados, incluindo características sócio-demográficas..

Período de realização: 2012 - Atual
Coordenadoras:  Gloria de Lourdes Freire Rabay e Maria Eulina Pessoa de Carvalho
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) . Fernado Andrade, Anita Leocádia Pereira dos Santos,  Eliana Ismael, Sheila Milena Pessoa dos Santos, Lucimeiry Batista da Silva

 

Projeto: FUTEBOL E COMUNICAÇÃO ESTÉTICA:O ROMANCE BRASILEIRO NO CAMPO DA BOLA

Apresentação: O futebol, entendido como um fenômeno esportivo de prática e abrangência quase universais, pode também ser visto como um jogo cujo funcionamento contorna o universo cultural dos povos que o praticam. Muito mais do que um simples esporte, portanto, esse jogo é um fenômeno cultural por excelência, portador de uma dimensão comunicacional e estética cuja ocorrência já foi flagrada por vários campos do saber científico e cultural. Sendo assim, é enquanto jogo e enquanto fenômeno de cultura, que pretendemos enfocar o futebol aqui como objeto de estudo. O nosso intuito é investigar esse esporte no Brasil tomando a Literatura e o Jornalismo como instâncias privilegiadas de sua representação no âmbito da Comunicação Social. Sendo assim, a ideia central desta pesquisa é mostrar quando e como o futebol tornou-se tema recorrente na literatura brasileira, partindo inicialmente da sua abordagem jornalística até chegarmos a uma visão geral da representação estética do jogo tendo a Literatura como foco principal de atenção e tomando o gênero do romance de ficção como fato material de sua representação. Com essa abordagem, pretendemos elaborar uma visão de conjunto, panorâmica, da produção literária sobre futebol no nosso País e, ao mesmo tempo, particularizar essa visão em alguns autores representativos dela. Ao final, pretendemos inferir os resultados das avaliações e análises críticas das obras e autores elencados, que examinamos num sentido panorâmico, mas, também verticalizado (e que foram enfocados sob um prisma sócio-histórico e crítico-estético) dentro da suposição de que parece haver uma homologia entre a maneira como a prática do futebol entre nós vai historicamente ganhando características próprias, a ponto de formarmos uma escola brasileira de jogar futebol, e a maneira como os nossos romancistas vão tratando o tema, o que incidiria também na criação de uma maneira brasileira de narrar literariamente o futebol. A comprovação dessa hipótese operacional de trabalho junto.

Período de realização: 2012 - Atual
Coordenador: Edônio Alves do Nascimento
Alunos envolvidos:
Natureza: Departamental

 

Projeto: GÊNERO E EDUCAÇÃO SUPERIOR: POLÍTICAS, NARRATIVAS E CURRÍCULO

Apresentação: O projeto pretende visibilizar a relevância social dos estudos de gênero assim como evidenciar a responsabilidade e compromisso da Educação Superior com os problemas sociais, fortalecendo a pesquisa socialmente comprometida e de impacto. Sua finalidade é colaborar e potenciar as linhas de pesquisa que as duas equipes vêm desenvolvendo no Brasil e na Espanha no campo da educação superior, para explorar, aprofundar e transcender a informação aportada pelos estudos estatísticos sobre a desigualdade e outras problemáticas de gênero, partindo das pesquisas no contexto universitário em direção à elaboração de propostas de intervenção e novas orientações de pesquisa e formação. A colaboração interinstitucional se desenvolverá através de eixos transversais que configurarão diversos níveis de análise: estudos de gênero e políticas de igualdade de oportunidades, mulheres na ciência e na universidade, formação em gênero na educação superior, e novas orientações de pesquisa em gênero. São objetivos gerais da colaboração interinstitucional e internacional UFPB/UB: ampliar a colaboração interuniversitária em temáticas relevantes para o Brasil e a Espanha no que diz respeito à inclusão e equidade de gênero e raça/etnia na educação superior; impulsionar e consolidar os estudos de gênero, na perspectiva intersecional (sem esquecer as dimensões de classe, deficiência, geração) na universidade, especialmente nas regiões norte-nordeste, visando uma sociedade mais igualitária; criar uma rede de estudos de gênero Brasil-Espanha sustentável além do horizonte temporal deste projeto, facilitando a internacionalização da pesquisa; fortalecer a linha de Estudos Culturais da Educação do Programa de Pós-graduação em Educação da UFPB e a articulação dos núcleos de pesquisa: NIPAM, NEPIERE e NEABI.

Período de realização: 2012 - Atual
Coordenadoras: Gloria de Lourdes Freire Rabay e Maria Eulina Pessoa de Carvalho. A equipe da Universidade de Barcelona é coordenada pela Profa. Alejandra Montané
Integrantes: Anita Leocádia Pereira dos Santos, Lucimeiry Batista da Silva, Mirian de Albuquerque Aquino, Flávia Maia, Lígia Luís de Freitas, Gisele Rocha Cortês e José Antonio Novaes da Silva

 

Projeto:  ARAUTOS DO MODERNO: UMA HISTÓRIA CULTURAL DA IMPRENSA NA PARAÍBA (1900-1930)

Apresentação: Este projeto reúne interesses de pesquisadores de algum modo já envolvidos com os impressos como fonte de pesquisa para dar corpo a um trabalho de investigação e problematização de uma história cultural da imprensa na Paraíba, de 1900 a 1930, privilegiando assim décadas iniciais da República no Brasil. Isso, norteando-se pela preocupação de não somente construir uma narrativa sobre a emergência de determinados periódicos e suas características editoriais, mas de pensar suas potencialidades como produtores e críticos dos projetos políticos e culturais então em circulação, tomando-os como participes fundamentais na constituição e divulgação de imagens, ideias e costumes da sociedade daquele contexto, atrelados ao ideário da Modernidade. Inspira-se nas contribuições da História Cultural, tomando as dimensões da "invenção da narrativa" como foco interpretativo das construções textuais que (re)constrói as visões sobre o passado. É uma proposta vinculada ao Grupo de Pesquisa em História Cultural, do Departamento de História do Centro de Humanidades, da Universidade Estadual da Paraíba, cadastrado no Diretório de Grupos de Pesquisas do CNPq/UEPB. Aprovado no edital de Ciências Humanas, Sociais e Sociais Aplicadas, chamada CNPq /CAPES N º 07/2011.

Período de realização: 2011 - Atual
Coordenadora:  Alomia Abrantes da Silva
Integrantes: Marisa Tayra Teruya, Margarete Almeida Nepomuceno e Dinarte Varela Bezerra

 

Projeto: APRENDER EM PAZ EDUCAÇÃO PARA A PREVENÇÃO A VIOLÊNCIAS NA ESCOLA

Apresentação: Este projeto vincula-se à Resolução CD/FNDE n. 16, de 8 de abril de 2009, que estabelece orientações e diretrizes para realização de curso de formação continuada de profissionais da educação básica e produção de materiais didático pedagógicos e paradidáticos voltados para a promoção do reconhecimento da diversidade sexual e o enfrentamento ao sexismo e à homofobia e para promoção da equidade de gênero no contexto escolar e à Resolução CD/FNDE n. 15, de 8 de abril de 2009, que estabelece orientações e diretrizes para a produção de materiais didáticos e paradidáticos voltados para a promoção, no contexto escolar, da educação em direitos humanos. A utilização de filmes de cinema , como recurso didático tem se ampliado na educação formal. Com este projeto espera-se atrair e sensibilizar mais educadores/as para as temáticas da diversidade sexual, enfrentamento ao sexismo e da homofobia e promoção da equidade de gênero, ao mesmo tempo, capacitando esses educadores e educadoras para usarem a linguagem fílmica em suas aulas e em suas reuniões de planejamento pedagógico, na formação continuada no dia a dia da escola.

Período de realização: 2012 - Atual
Coordenadora: Gloria de Lourdes Freire Rabay
Integrantes: Maria Eulina Pessoa de Carvalho, Fernado Andrade, Norma Meireles, Lucimeiry Batista da Silva, Pedro Nunes e Flávia Maia
Alunos envolvidos: Graduação: (26) .

Projeto: JORNALISMO E CIDADANIA: AS REDES SOCIAIS COMO ESPAÇO PARA O CIBERATIVISMO DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA

Apresentação: O projeto aborda as redes sociais, com pesquisa no twitter, onde se verifica o contraagendamento das lutas sociais das pessoas com deficiência e o impacto dessas ações no agendamento jornalístico.

Período de realização: 2011 - Atual
Integrantes: Joana Belarmino de Sousa
Natureza: Departamental

 

Projeto: MODA PLANTADA: INVESTIGANDO O USO DO ALGODÃO COLORIDO COMO IDENTIDADE E PRODUTO SUSTENTÁVEL DE ECO-DESIGN NA MODA PARAIBANA

Apresentação: O projeto de Pesquisa do Curso Tecnológico de Design de Moda do Unipê tem por interesse a temática da sustentabilidade como eixo central no desenvolvimento de conhecimento teórico e técnico na produção de moda paraibana. Para tal proposta, nossa pesquisa tem como base investigar o uso do algodão colorido como significante da identidade paraibana na moda através do perfil do consumidor, dos produtores de significação deste conteúdo e criadores de moda, possibilitando um estudo aprofundado de concepção deste material, seus caminhos de visibilidade, viabilidade, criação, mercado e consumo..

Período de realização: 2010 - 2011
Coordenadora: Margarete Almeida Nepomuceno
Alunos envolvidos: Graduação:
Natureza:

 

Projeto: TVS PÚBLICAS NO NORDESTE: DIREITO DE INTERVENÇÃO DA SOCIEDADE E OS ESPAÇOS DE ATUAÇÃO DO JORNALISTA

Período de realização: 2011 – Atual
Coordenação: Sandra Regina Moura

 

Projeto: MÍDIA E VIOLÊNCIA: UMA ANÁLISE DA PERCEPÇÃO E REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DOS HOMICÍDIOS FEMININOS A PARTIR DOS PRODUTORES DE INFORMAÇÃO (NEWSMAKING). PIBIC/2010

Apresentação: Este projeto tem por foco a análise das representações sociais da violência a partir das práticas de produção de notícias (newsmaking), levando em consideração a percepção pública desta temática pelos jornalistas que atuam nos jornais impressos Diário da Borborema, Correio da Paraíba e Jornal da Paraíba. Para tanto temos como lócus de investigação a cobertura de dois acontecimentos midiáticos, os assassinatos das jovens Aryane Thaís Carneiro e Íris Bezerra de Freitas, ocorridos respectivamente em abril e maio de 2010, enquanto acontecimentos de grande repercussão na imprensa local e nacional. Além disso, ambos os acontecimentos se caracterizam por serem assassinatos de mulheres jovens que se relaciona objetivamente ao fenômeno social da violência contra mulheres.

Período de realização: 2010 - 2011
Coordenadora: Sandra Raquew dos Santos Azevêdo
Alunos envolvidos: Graduação: (1)

 

Projeto: DE PORTAS ABERTAS: SÉRIE DE PROGRAMAS JORNALÍSTICOS PARA TV

Apresentação: Serie de programas jornalísticos para TV sobre a extensão na UFPB.
Período de realização: 2010 - Atual
Coordenadora: Sandra Regina Moura

 

Projeto: VER BRASIL: SISTEMA BRASILEIRO DE EXIBIÇÃO DIGITAL SEM FINS LUCRATIVOS - MÓDULO I

Apresentação: O presente projeto tem por objetivo o desenvolvimento de um sistema brasileiro de cinema digital com áudiodescrição para pessoas cegas.
Período de realização: 2013 - 2014
Coordenador: Guido Lemos de Sousa Filho
Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (1) .
Integrantes: Eliza Oliveira e Joana Belarmino de Sousa.

 

Projeto: OBSERVATÓRIO DO JORNALISMO NO SEMI-ÁRIDO PARAIBANO: O DISCURSO DA CONVIVÊNCIA COM A SECA/SEMI-ÁRIDO E SEU AGENDAMENTO NA IMPRENSA E NAS CAMPANHAS ELEITORAIS NAS ELEIÇÕES 2014

Apresentação: O Observatório do Jornalismo no Semi-Árido Paraibano é ao mesmo tempo uma ação coletiva e uma pesquisa sobre a presença/ausência de temas relativos à realidade da população do Semi-Árido na imprensa paraibana e na agenda pública dos candidatos a Governador e Presidente da República nas Eleições 2014. E especialmente de análise de uma agenda-setting enquanto lugar de investigação social sobre o semi-árido paraibano.

Período de realização: 2013 - 2014
Coordenadora: Sandra Raquew dos Santos Azevêdo
Alunos envolvidos: Graduação: (1) Luis Henrique Marques Ribeiro

 

Projeto: SABORES POPULARES NA MÍDIA: ANÁLISE FOLKCOMUNICACINAL DA CULINÁRIA

Apresentação: Pesquisa de âmbito nacional, coordenada pela professora Dra. Karina Janz Woitowicz.
Período de realização: 2013 - 2013
Coordenadora: Karina Janz Woitowicz
Integrantes: Suelly Maria Maux Dias e Severino Alves Lucena Filho - Integrante.

 

Projeto: JORNALISMO E INCONSCIENTE POLÍTICO: TRABALHO E SUBJETIVIDADE

Apresentação: A pesquisa defende a tese do inconsciente político no trabalho do jornalista. argumento que, necessariamente, passa pela contradição das relações de poder de uma realidade reprimida e oculta que acaba por reverberar como subtexto imanente a própria produção textual das reportagens, perspectiva que pode ser mapeada pela metodologia apontada por Fredric Jameson, a qual indica que os textos podem e devem ser lidos como resoluções simbólicas de verdadeiras contradições políticas e sociais.

Período de realização: 2010 - 2012
Coordenador: Dinarte Varela Bezerra
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Brendo Barboza de Sousa, Dyasmim de Sousa Mangueira, Érica Jaqueline Soares Pinto

 

Projeto: GÊNERO E DIVERSIDADE SEXUAL

Apresentação: O projeto inclui ações formação continuada, produção de materiais didáticos pedagógicos e sistematização de conhecimento acerca das questões de gênero e diversidade sexual junto a professores do ensino básico e médio em 13 municípios do estado da Paraíba.

Período de realização: 2011 - 2012
Coordenadora: Gloria de Lourdes Freire Rabay
Integrantes: Maria Eulina Pessoa de Carvalho, Norma Maria Macedo Mafaldo e Pedro Nunes Filho
Alunos envolvidos: Graduação: (15) .

 

Projeto: MULHER E PARTICIPAÇÃO POLITICA NA PARAÍBA ELEIÇÕES 2010

Apresentação: O objetivo deste projeto é, numa perspectiva de gênero, analisar a participação das mulheres na política partidária paraibana e no processo eleitoral de 2010, na Paraíba. A proposta se desenvolverá a partir de dois focos: candidatos/as eleitos/as e mídia. No que se refere aos candidatos /candidatas eleitos /eleitas buscaremos: a) traçar perfis das candidatas e candidatos à Assembléia Estadual e Câmara Federal, na Paraíba, a partir de dados dos tribunais eleitorais; b) traçar perfis do/da parlamentar paraibano/a eleito/a em 2010 para a Assembléia Legislativa; c) mapear a percepção e o posicionamento dos/as parlamentares eleitos/as para a Assembléia Estadual acerca das questões mais relevantes para a mulher brasileira na atualidade; d) realizar entrevistas autobiográficas com as mulheres que forem eleitas pela primeira vez com a finalidade de atualizar as biografias das parlamentares paraibanas ; e) fazer análise de discurso, a partir das narrativas autobiográficas, sobre a forma como as mulheres eleitas percebem questões como autonomia, herança política, movimentos feminista e políticas públicas para mulheres: as candidatas incluem em seus programas temas tidos como de interesses específico da mulher? Se sim, de que forma fazem isso? f) avaliar a repercussão da Lei de cotas no recrutamento das mulheres eleitas: de que maneira essas mulheres na política contam a respeito de seu recrutamento ? Como avaliam a política de cotas? No que se refere a mídia pretendemos responder as seguintes questões: a) como as mulheres na política avaliam e usam as mídias digitais (blog, sites e twitter) e as mídias jornalísticas impressas ou faladas na construção de suas imagens políticas?; Entre outras questões que certamente surgirão no processo de pesquisa e construção dos instrumentos de pesquisa. Essa proposta fará uso de uma abordagem metodológica diversificada, buscando dados quantitativos e qualitativos, através de entrevistas, questionários e fontes secundárias. Também fará uso.

Período de realização: 2011 - 2012
Coordenadora: Gloria de Lourdes Freire Rabay
Integrantes: Maria Eulina Pessoa de Carvalho,  Norma Meireles e Lucimeiry Batista da Silva
Alunos envolvidos: Graduação: (4) .

 

Projeto: O USO DAS MÍDIAS DIGITAIS PELAS PARLAMENTARES PARAIBANAS

Apresentação: O objetivo deste plano é estudar o uso das mídias digitais (blogs, sites e twitter) pelas mulheres eleitas; como fizeram uso das mídias digitais durante a campanha? Que usos fazem depois de eleitas? Para a realização deste estudo se fará um monitoramento sistemático do uso das mídias digitais pelas parlamentares paraibanas durante três meses. As mensagens publicadas serão categorizadas e analisadas, também serão avaliados: o formato, as cores, a periodicidade, entre outros aspectos do uso da mídia digital. Muitos estudiosos tem considerado a internet como uma solução para a democratização da informação dada a potencialidade oferecida para que os usuários emitam suas mensagens mais diversas. Neste sentido, a expansão da internet marcou uma serie de mobilizações e eventos políticos que tiveram na web um dos principais ambientes de articulação e mobilização política. Um dos exemplos atuais é a campanha eleitoral de 2010 que transformou a internet num palanque político. A internet tem servido para articulação política, difusão de informações, de articulação e para coordenação de ação coletiva. (LYCARIÃO, 2009, p. 4). Nesse contexto também as/os parlamentares tem feito amplo uso da internet para difundir suas ideias e promover suas ações. Entender como as mulheres eleitas têm feito uso desta ferramenta pode ajudar a compreender como o campo político tem se modificado com essa presença. Quem são essas mulheres, quais suas propostas? O que publicam? Quais suas articulações? Que pensam das questões de gênero? Que assuntos pautam? Que projetos anunciam? Como se apresentam nas mídias sob seu controle?

Período de realização: 2011 - 2012
Coordenadora: : Gloria de Lourdes Freire Rabay
Integrantes: Maria Eulina Pessoa de Carvalho,  Jéssica Tamires Feijó da Silva e  Luís Thales Alves Bezerra
Alunos envolvidos: Graduação: (1)

 

Projeto: A COBERTURA DA CAMPANHA ELEITORAL DAS MULHERES NA IMPRENSA PARAIBANA - ELEIÇÕES 2010

Apresentação: A proposta pretende analisar o modo como as mídias jornalísticas estaduais pautaram a participação das mulheres no processo eleitoral de 2010 e avaliar a maneira como a imprensa paraibana se refere às mulheres eleitas. Durante os processos eleitorais o direito a livre manifestação de pensamento encontra algumas limitações, o rádio e a TV não podem, claramente, emitir opinião favorável ou contrária e nem conferir tratamento privilegiado ou contrário a partido, coligação ou candidato. Privilégio que a imprensa escrita mantém desde que não seja propaganda paga. (Universo Jurídico. A Imprensa Escrita no Período Eleitoral. Disponível emhttp://www.uj.com.br. Acesso em 15 /abr/2011). A mídia, em particular a imprensa escrita, tem desempenhado um papel fundamental para a divulgação da agenda política. Analisar com a imprensa escrita tem pautado as candidaturas femininas e as parlamentares eleitas pode contribuir para entender a relação entre processo eleitoral e mídia, o perfil da eleita, a percepção e o posicionamento destas parlamentares acerca das questões políticas que envolvem os direitos sociais, entre outras.

Período de realização:  2010 - 2012
Coordenadora: Gloria de Lourdes Freire Rabay
Alunos envolvidos: Anne Kelly da Silva Macedo,  Jéssica Tamires Feijó da Silva e Luís Thales Alves Bezerra

 

Projeto: PANDORA- GRUPO DE ESTUDOS DE GÊNERO E SEXUALIDADES

Apresentação: Trata-se de grupo transdisciplinar em Estudos de Gênero e Sexualidades com pesquisas nas de Gênero e Modos de Vida, Desigualdades Sociais, Corporeidades e Sensibilidades. O objetivo é fomentar a inserção das discussões de gênero nos diferentes campos de saberes, nas produções acadêmicas, dialogando com a sociedade e organizações não-governamentais. O propósito é ampliar as concepções curriculares, investir na formação de pesquisadores, dando visibilidade as diversas práticas culturais no cenário contemporâneo. Surgido em 2007, o Grupo Pandora vem desenvolvendo pesquisas relacionadas aos Estudos de Gênero e Sexualidades. Os projetos de pesquisa do grupo têm apoio de diferentes agências financiadoras (CNPq, Secretaria de Políticas para Mulheres e outros). O Pandora está vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Sociologia e ao Curso de Graduação em Ciências Sociais da UFPB, incorpora alunos da graduação,mestrado e doutorado. Em dois anos de existência, o Pandora editou o livro Ártemis em março de 2007, e publicou o livro Abrindo a Caixa de Pandora em agosto de 2008.Esse último livro foi lançado em eventos na UFPB, UEPB, UFCG, Encontros como Fazendo Gênero (Florianópolis) , Redor (Belém) e na Coordenadoria Municipal para Mulheres em João Pessoa. O membros do Pandora são pesquisadores que recém cursos de graduação e pós-graduação, oficinas, apresentam conferências, atividades de extensão, atuam como consultores sobre relações de gênero e sexualidades,orientadores de TCC, iniciação científica, mestrado e doutorado. Em 2009, encontram-se em andamento teses, dissertações de mestrado, monografias e Trabalhos de Conclusão de Curso em Ciências Sociais. O Pandora é parceiro do Núcleo de Gênero e Direito (CCJ, estando erm fricção com núcleos e grupos de pesquisa.O Pandora está associado à Revista Ártemis, Estudos de Gênero, Feminismo e Multiculturalismo (PPGS e PPGL)..

Período de realização: 2007 - 2012
Coordenadora: Margarete Almeida Nepomuceno
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (10)

 

Projeto: GÊNERO, AGROECOLOGIA E AUTONOMIA FEMININA

Apresentação: análise das dinâmicas que possibilitam empoderamento das agricultoras familiares no espaço das feiras agroecológicas do Agreste da Borborema.

Período de realização: 2011 - 2012
Coordenadora: Sandra Raquew dos Santos Azevêdo
Alunos envolvidos: Graduação: (1) . Roberta Kelly de Sousa Ramos

 

Projeto: GÊNERO, AGROECOLOGIA E AUTONOMIA FEMININA: ANÁLISE DE DINÂMICAS QUE POSSIBILITAM EMPODERAMENTO DAS AGRICULTORAS FAMILIARES NOS ESPAÇOS DAS FEIRAS AGROECOLÓGICAS DO AGRESTE DA BORBOREMA

Apresentação: Este projeto objetiva melhor compreender e refletir sobre a participação das agricultoras familiares nas feiras agroecológicas promovidas pelo Pólo Sindical da Borborema (Associação Eco-Borborema), nos municípios de Campina Grande e Lagoa Seca(Agreste da Borborema), analisando neste processo de inclusão feminina na economia das feiras suas repercussões na construção da autonomia por parte destas mulheres..

Período de realização: 2010 - 2012
Coordenadora: Sandra Raquew dos Santos Azevêdo
Integrantes: Carlos Alberto Farias de Azevêdo Filho
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) . Marilda Aparecida de Menezes e Roberta Kelly de Sousa Ramos

 

Projeto: REPRESENTAÇÕES DA CIDADE DE CAMPINA GRANDE NAS CRÔNICAS DE CRISTINO PIMENTEL (1897-1971)

Apresentação:  Descrição: A presente proposta de pesquisa pretende debruçar-se sobre a obra do cronista campinense Cristino Pimentel (1897-1971), autor dos livros Dois poetas (1950), Pedaços da história da Paraíba (1953), Abrindo o livro do passado (1956) e Pedaços da história de Campina Grande (1960) e Mais um mergulho na história campinense (publicação póstuma organizada e lançada pela Edições Caravela em 2001, sob o patrocínio da Academia de Letras de Campina Grande e do Núcleo Cultural Português). Hoje esquecido, Cristino Pimentel foi um dos principais cronistas da cidade na primeira metade do século XX, testemunha das transformações, esplendores e decadências da urbe campinense. Interessa-nos a estudar a relação entre o gênero crônica e a representação da cidade na obra do escritor-jornalista. .

Período de realização: 2010 -2011
Coordenador:  Carlos Alberto Farias de Azevêdo Filho
Alunos envolvidos: Peter Shelton

 

Projeto: MÍDIAS AUDIOVISUAIS NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES PARA EQUIDADE DE GÊNERO E DIVERSIDADE SEXUAL

Apresentação: Este projeto vincula-se à Resolução CD/FNDE n. 16, de 8 de abril de 2009, que estabelece orientações e diretrizes para realização de curso de formação continuada de profissionais da educação básica e produção de materiais didático pedagógicos e paradidáticos voltados para a promoção do reconhecimento da diversidade sexual e o enfrentamento ao sexismo e à homofobia e para promoção da equidade de gênero no contexto escolar e à Resolução CD/FNDE n. 15, de 8 de abril de 2009, que estabelece orientações e diretrizes para a produção de materiais didáticos e paradidáticos voltados para a promoção, no contexto escolar, da educação em direitos humanos. A utilização de programas de rádio e filmes de cinema , como recurso didático pode inovar o debate trazendo não só novas reflexões sobreo tema, mas, sobretudo novos formatos para a dinâmica da sala de aula. Com este projeto espera-se atrair e sensibilizar mais educadores/as para as temáticas da diversidade sexual e enfrentamento ao sexismo e à homofobia e promoção da equidade de gênero, ao mesmo tempo, capacitar esses educadores e educadoras para usarem a linguagem radiofônica e fílmica em suas aulas e em suas reuniões de planejamento pedagógico, na formação continuada no dia a dia da escola. .

Período de realização: 2009 - 2011
Coordenadora: Gloria de Lourdes Freire Rabay
Integrantes: Maria Eulina Pessoa de Carvalho, Norma Maria Macedo Mafaldo e Pedro Nunes Filho
Alunos envolvidos: Graduação: (23) .

 

Projeto: IMPLANTAÇÃO DO OBSERVATÓRIO DOS DIREITOS HUMANOS NO JORNALISMO IMPRESSO PARAIBANO (OBJOR-PB)

Apresentação:  Tarefa que se faz necessária num contexto acadêmico de isolamento, a implantação do ObJor-PB é ao mesmo tempo uma ação coletiva e uma pesquisa sobre a presença/ausência de temas relativos aos Direitos Humanos na imprensa paraibana. Monitorar a mídia para entender melhor a realidade dos meios e para se compreender o processo de construção social da realidade é ao mesmo tempo um desafio pedagógico para alunos e professores do Curso de Comunicação Social e uma tarefa que se abre para a crítica das mídias pelos segmentos que muitas vezes não têm voz no Espaço Público. .

Período de realização: 2009-2010
Coordenador:  Carlos Alberto Farias de Azevêdo Filho
Alunos envolvidos: Jadylma Cléia Gomes de Andrade (UEPB)