Você está aqui: Página Inicial > Contents > Menu > Apresentação
conteúdo

Apresentação

por mateus publicado 27/04/2016 09h12, última modificação 01/06/2017 13h39
Coordenação, objetivos do curso de graduação em biotecnologia, perfil do egresso, competências, atitudes, habilidades e campo de atuação profissional

Institucional


Coordenador

Prof. Dr. Rafael de Almeida Travassos
(83) 3216-7173

Vice-Coordenadora

Profa. Dra. Sildivane Valcácia Silva
(83) 3216-7173

Secretaria:

Emília Maria Porto de Araújo Lemos
Lorena Alonso dos Santos
(83) 3209-8386



O Curso de Biotecnologia


Objetivo do Curso

O Bacharelado em Biotecnologia da Universidade Federal da Paraíba visa formar profissional de nível superior com a finalidade de desenvolver pesquisas, aplicações tecnológicas e supervisão para a geração de novos produtos, processos e serviços biotecnológicos, culminando com a formação de profissionais capazes de promover o desenvolvimento biotecnológico do País.

Esse profissional deverá ser um promotor de pesquisa, desenvolvimento e inovação nas Áreas Tecnológica e das Ciências da Vida, buscando aplicar seus conhecimentos em novos negócios empreendedores.

Perfil do Egresso

O Projeto Pedagógico do Curso apresenta uma composição curricular para o curso de Bacharel em Biotecnologia pautada no perfil do profissional requerido para o acompanhamento e aplicação dos conhecimentos nas áreas de biologia celular e molecular, genética, química, imunobiologia, bioinformática e genômica, atuando em pesquisa e desenvolvimento, oferecendo ao egresso:

  • Capacidade de atuar com consciência, qualidade e responsabilidade em prol da conservação e manejo da biodiversidade, políticas de saúde, meio ambiente, biotecnologia, bioprospecção, biossegurança, tanto nos aspectos técnicos – científicos quanto na formulação de políticas e de se tornar agente transformador da realidade presente, na busca de melhoria de qualidade de vida;
  • Conhecimento de sua conduta profissional, por critérios humanísticos, compromisso com a cidadania e rigor científico, bem como por referenciais éticos legais;
  • Visão de seu papel como pesquisador, com a capacidade de se inserir em diversas realidades, preparado para ingressar em distintos programas de pós-graduação relacionados às áreas do curso, com a consciência da necessidade de constante atualização profissional;
  • Consciência da sua capacidade de executar técnicas de biotecnologia e agroindústria, trabalhando também em produção, purificação e tratamentos prévios e complementares de compostos e produtos;
  • Competência para organizar, coordenar e participar de equipes de trabalho, inclusive multiprofissionais destinadas a planejar, coordenar, supervisionar, implementar, executar e avaliar atividades no desenvolvimento de processos e produtos e controle de qualidade;
  • Conhecimento de que poderá atuar em Universidades, Instituições de pesquisa, Cooperativas agroindústrias, Laboratórios de diagnósticos moleculares, Laboratórios de detecção de transgênicos; Empresas de Biotecnologia e Indústrias privadas, Firmas de consultoria, avaliando a viabilidade do desenvolvimento de novos produtos; Organizações não governamentais e Perícia Forense.


Competências, Atitudes e Habilidades

O Bacharel em Biotecnologia deverá possuir competência para interpretar, executar, modificar e/ou desenvolver metodologias de trabalho na área biotecnológica, incluindo análises e manipulação de genes, transformação celular, cultivo e regeneração de células e tecidos, extração, purificação, modificação e conservação de biomoléculas.

O egresso possuirá habilidades para monitorar integralmente as operações de pesquisa e de desenvolvimento, bem como o processo de produção, garantindo boas práticas, observação dos procedimentos padrões, conforme as normas de higiene e de segurança e respeito ao meio ambiente. Em suma, esse profissional deverá ser capaz de avaliar o impacto potencial ou real de novos conhecimentos, tecnologias, serviços e produtos resultantes de sua atividade profissional, do ponto de vista ético, social, ambiental e econômico.

Campo de Atuação Profissional

A importância crescente da biotecnologia tem reflexos no campo de atuação de seus profissionais, em áreas como engenharia genética, bioinformática, biossegurança, nanotecnologia, e biocombustíves. Dentre os campos de atuação para o biotecnólogo estão: trabalho técnico e/ou gerencial nas indústrias de alimentos, biotecnológicas e
agroindustriais (como destilarias, produção de fermentos, enzimas e aminoácidos), podendo atuar no controle de qualidade de alimentos, animais e microrganismos transgênicos; trabalho técnico e/ou gerencial em propriedades rurais, biofábricas e outras organizações que envolvam técnicas ou atividades associadas à biotecnologia; pesquisa e/ou docência em Universidades ou Institutos de Pesquisa públicos ou privados.