Você está aqui: Página Inicial > Contents > Notícias > Exposição reúne trabalhos de professores e estudantes da rede pública
conteúdo

Notícias

Exposição reúne trabalhos de professores e estudantes da rede pública

error while rendering plone.belowcontenttitle.documentbyline
exposição em João Pessoa

exposição em João Pessoa

Será realizada no dia 4 de outubro a abertura da exposição “Livro-Objeto no Celeiro Espaço Criativo, localizado no bairro do Altiplano,”. A exposição mescla literatura e as artes plásticas e terá obras de artistas plásticos paraibanos e de professores e estudantes da rede pública de ensino de João Pessoa.

 A abertura da exposição “Livro-Objeto” terá a presença da Orquestra Infantil do Centro Cultural Tenente Lucena, que fará a recepção dos visitantes. Haverá, ainda, uma intervenção com o ator André Morais, que irá cantar e declamar poemas. A mostra acontece até o dia 4 de novembro e conta com a curadoria de Raul Córdula, pintor, artista gráfico, cenógrafo, professor e crítico de artes.

“Os livros-objetos estarão dispostos em ‘fiteiros’ (espécie de vitrines nas quais tradicionalmente se expõem balas) construídos especialmente para a exposição e poderão ser manuseados pelas crianças e também pelos adultos”, explica Maria dos Mares, acrescentando, a proposta é dialogar com todos os públicos, de todas as idades. Além dos livros-objetos a mostra também vai oferecer uma exposição de brinquedos artesanais

Sobre o projeto
O projeto Livro-Objeto foi idealizado pela artista plástica maranhense, radicada na Paraíba, Maria dos Mares, em parceria com os professores da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) Ricardo Lucena, do Departamento de Fundamentação da Educação do Centro de Educação (CE), e Amélia Panet, de Arquitetura e Urbanismo, do Centro de Tecnologia (CT).  Além das obras dos idealizadores do projeto, o evento terá algumas peças do artista pernambucano Sebastião Pedrosa e do grafiteiro Giga Brown.

O objetivo principal do projeto, segundo Maria dos Mares, é estimular o interesse pela leitura. Mas a exploração desse produto híbrido entre literatura e artes visuais também amplia as possibilidades da rotina de ensino. Tanto que a proposta inicial de convidar apenas professores de artes se ampliou. Educadores das mais diferentes disciplinas também puderam aprender a construir livros-objetos para produzir, junto com os alunos, peças que explorem temas daquelas áreas de conhecimento, contribuindo para a assimilação dos assuntos.

Com a ideia do projeto no papel, os idealizadores buscaram o apoio do Fundo Municipal de Cultura (FMC) da Prefeitura Municipal de João Pessoa. Após a liberação do financiamento, a equipe primeiramente ofereceu a 12 professores da rede municipal duas oficinas: de narrativa e ilustração, realizada nos dias 3 e 17 de agosto e de encadernação, no dia  19 de agosto. Os dois primeiros dias de aula foram ministrados pela artista plástica paraibana Minna Miná e o último dia, pelos artistas Anadelly Oliveira e Paulo Oliveira.

 Durante as oficinas, os educadores produziram seus próprios livros-objetos e, ao final das aulas, ganharam a responsabilidade de compartilhar aquele conhecimento com pelo menos cinco alunos cada. O resultado desse trabalho poderá ser conhecido na exposição coordenada pela artista plástica Lucia França, que apoia o projeto desde o início.

 

 Foto de Gilberto Firmino

Agência de Notícias da UFPB