Você está aqui: Página Inicial > Contents > Destaques > UFPB oferece terapias complementares gratuitas para comunidade
conteúdo

Notícias

UFPB oferece terapias complementares gratuitas para comunidade

A Universidade Federal da Paraíba (UFPB), por meio do Projeto Cuidar-se, oferece a estudantes, professores e a comunidade em geral de forma gratuita os novos recursos terapêuticos
error while rendering plone.belowcontenttitle.documentbyline
Serviços à comunidade

Serviços à comunidade

A Universidade Federal da Paraíba (UFPB), por meio do Projeto Cuidar-se, oferece a estudantes, professores e a comunidade em geral de forma gratuita  os novos recursos terapêuticos incluídos na Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares (PICs) do Sistema Único de Saúde. As atividades acontecem de segunda à sexta-feira na Capela do Campus I

A Coordenadora das terapias, a professora de Arte Cênica e Educação Popular, Bethania da Silva, explicou que o principal objetivo é ofertar promoção em saúde visando desenvolver os potenciais saudáveis dos indivíduos, contribuindo para uma melhor condição orgânica, mental e social e assim, promover um estado benéfico de viver das pessoas, e dentro do campo acadêmico  visa oferecer saúde e equilíbrio mental e corporal a todos que constitui a UFPB.

O Projeto Cuidar-se é uma realização do professor da UFPB, Dailton Lacerda que durante anos trabalhou na (PRAC) com extensão universitária na perspectiva da Educação Popular em Saúde e visualizou a imensa importância de um cuidado em saúde integral, e diante disso apostou nas Práticas Integrativas Complementares em Saúde (PICs).

A ideia do projeto é a busca de um cuidado em saúde integral ou holística e conta com a participação da professora de Arte Cênica, Maria Bethânia e das terapeutas Paula Melo e Mônica. “As atividades começaram no mês de junho com Reiki, e desde então  já conta com 10 práticas terapêuticas de segunda a sexta-feira, disse a Coordenadora Maria Bethania , acrescentando que os atendimentos individuais e coletivos ocorrem com estudantes, professores e servidores da UFPB e a comunidade em geral.

A coordenadora das práticas, Bethania da Silva, diz que “está sendo muito aprazível com uma excelente resposta de público para todas as terapias, bem como o acolhimento dos órgãos gestores da UFPB. Estamos recebendo uma grande demanda de alunos e professores que nos procuram querendo atendimentos para diversas patologias”, afirma.

 Saiba mais

 O Projeto Cuidar-se conta hoje com 10 práticas ofertadas e funciona de segunda a sexta-feira com as seguintes Terapias Alternativas:

Segunda-feira –  14h às 15h30 -  Apoio aos Alcoólicos Anônimos (A.A), com a coordenação do servidor Paulo Cesar;

Terça-feira –  8h30 às 11h - Thetahealing com a Terapeuta Rosângela Chaves e das 14h às 17h, Constelação Sistêmica Familiar com as Terapeutas Vilamaria Fernandes e Heloisa Donato;

Quarta-feira – 6h30 às 8h30 -  Tai Chi Chuan;

Quinta-feira –  9h às 11h – Biodança com o terapeuta Luis de França e das 14h30 às 17h30 Florais de Bach e FlorSol com as terapeutas Maria Bethania, Paula Melo e Maria do Socorro;

Sexta-feira – 6h30 às 8h30  - Tai Chi Chuan, das 8h30 às 11h, Cura Prânica com a terapeuta Maria do Socorro e das 14h às 17h, Reiki sobre a coordenação  de Mônica.

Informações e detalhes na Coordenação de Educação Popular da Pro´-Reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários (PRAC)  pelo telefone (83) 3216 7793 ou na Capela Ecumênica próximo ao Centro de Vivência no Campus I.

Agência de Notícias da UFPB - Marcos Figueiredo