Você está aqui: Página Inicial > Contents > Notícias > PRAC > PROGYM
conteúdo

Notícias

PROGYM

Projeto promove lives de ginástica artística
publicado: 18/12/2020 18h48, última modificação: 22/12/2020 17h54

Projeto promove lives de ginástica artística

Em 2017, o professor Cláudio Meireles, professor do Centro de Ciências da Saúde, resolveu realizar atividades no ginásio de ginástica da UFPB, que estava fechado para reforma desde 2012. Nascia assim o "Progym", um Laboratório de práticas corporais que, através da modalidade de ginástica artística, atua na formação de estudantes de Educação Física.

Até meados de 2017, apenas estudantes vinculados ao Departamento de Educação Física faziam parte do Progym. Mas a coordenação do projeto decidiu ampliar a iniciativa e, criando uma proposta de extensão,  passou a receber estudantes da UFPB e pessoas da comunidade interessadas na prática.  Antes da pandemia, cerca de 120 alunos participavam da turma de ginástica para adultos e 30 crianças da turma de 6 aos 12 anos. 

No projeto, os exercícios da ginástica artística, também conhecida como ginástica olímpica e praticada por atletas como Daiane dos Santos e Diego Hypólito, são adaptados e ensinados nas aulas para promover condicionamento físico para os participantes. 

Por causa da pandemia, o projeto, assim como todos os outros, precisou se reinventar e marcar presença no ambiente virtual. Foram então criadas as lives do Progym: todas as quintas, às 12h, é realizado um encontro por meio de vídeo chamada onde toda a população pode participar das aulas de ginástica sem sair de casa. Semanalmente, a média de participantes é de 35 a 50 pessoas. A live tem duração de uma hora e o link é disponibilizado nas redes sociais da ação.

As lives têm proporcionado aos participantes a oportunidade de momentos de sociabilidade e ainda estímulo à prática de exercícios. Para Lisy Silva, participante da ação desde 2019, as atividades online seguem colaborando para a evolução dela como ginasta. “Quando soube sobre o projeto de extensão eu fiz de tudo pra encaixar meus horários. Está sendo uma experiência incrível e um sonho realizado da melhor forma. Eu evoluí muito durante esse tempo no ginásio, e continuo evoluindo com os treinos on-line, durante o isolamento”, ressaltou a beneficiária.  Encontros presenciais, antes da pandemia - Imagem cedida pelo projeto(1)

Os monitores que orientam os exercícios durante a live participaram anteriormente de um grupo de estudos com o coordenador do projeto, o professor Cláudio Meireles. Após o momento de formação, o grupo está sendo utilizado para planejamento das ações virtuais, bem como para a discussão das propostas de aulas que são transmitidas semanalmente.

Um dos beneficiados pelo projeto é o extensionista Rafael Batista, estudante do quarto período do bacharelado em Educação Física. Rafael explicou que a modalidade traz benefícios físicos e psíquicos para os praticantes e que, para ele, o Progym promove experiências que o tornarão um profissional mais sensível e com experiências com pessoas totalmente diferentes. 

 "Aprendi que ginástica artística é possível e acessível a todos. Os corpos chegam encurtados, fracos, flácidos e muitas vezes medrosos. Rapidamente com o benefício da atividade física, especificamente da ginástica artística, tornam-se flexíveis, fortes, e perde-se o medo. Essas experiências me tornarão um profissional mais atencioso ao lidar com alunos em seus variados níveis de repertório motor",  ressaltou o bolsista. 

O coordenador da ação enfatizou que o projeto é importante para os discentes da graduação em Educação Física, mas também para a sociedade. "A extensão forma e põe em prática a atuação de novos profissionais de educação física que ministram aulas comigo,  ou que fazem apenas as atividades práticas". 

Para participar do projeto, basta acessar o link que é disponibilizado toda quinta de manhã no Instagram do projeto.

► Instagram do PROGYM

Reportagem de Larissa Maia (Bolsista PROEX 2020), editada por Comunicação PROEX.