Você está aqui: Página Inicial > Contents > Menu > Acervos > Acervo Brazinst

Apresentação

por danielrocha publicado 28/03/2018 10h40, última modificação 15/04/2018 09h21

LogoBem-vindo ao primeiro sitio eletrônico dedicado exclusivamente aos instrumentos musicais brasileiros. O objetivo do nosso projeto de disponibilização é criar e dinamizar um espaço de consulta acadêmica e intercâmbio científico, possibilitando a atualização contínua da cartografia organológica, que disponibilize não somente os dados estruturais e acústicos dos sistemas de classificação, mas também, links ou ilustrações bibliográficas, iconográficas, fonográficas e dados contextuais, contendo a realidade geográfica, histórica e social de cada instrumento com suas utilizações, funções, estilos e cultura musical.

Nos assuntos da nossa página constam o primeiro nível da cartografia organológica exibindo as categorias: idiofones, membranofones, aerofones e cordofones. Cada instrumento pertence a uma dessas categorias e é descrito conforme a numeração do sistema de classificação adotado pelo MIMO (Musical Instrument Museums On Line) Consortium1 (2011). Este tem como base a publicação de Jeremy Montagu (2009), que revisou o método de Hornbostel-Sachs (1914) e esse, por sua vez, aperfeiçoou a divisão tetrapartite criada por Victor Mahillon, em 1890.

Os verbetes são elaborados por bolsistas de iniciação científica e revisados pela coordenadora do projeto "Disponibilização de cartografia organológica da cultura brasileira" (Satomi, 2014), que tem se envolvido na temática desde 1995 e culminou com a publicação de alguns verbetes brasileiros no The Grove Musical Instruments (2014)2

1 Ver http://www.mimo-international.com/documents/Hornbostel%20Sachs.pdf

2 Ver “adjulona”, “atabaque” e “zabumba” em http://www.oxfordmusiconline.com/public/book/omo_gdmi