Você está aqui: Página Inicial > Contents > Jornal > Notícia 06 > Estatística Livre
conteúdo

Notícias

Estatística Livre

Facilitando o uso de software de dados
publicado: 10/08/2018 17h55, última modificação: 17/12/2018 17h27

 

Ação oferece cursos que facilitam a utilização de software para catalisação de dados estatísticos 

 

O criador do primeiro departamento universitário de estatística do mundo um dia falou “A estatística é a gramática da ciência”, expressando a tamanha importância da ciência para a sociedade. Karl Pearson foi grande contribuinte para o desenvolvimento da estatística abrangedora de outros domínios, como medicina e história.   

O valor social da estatística é grande. Relevante por ser o conjunto de métodos utilizados para coletar, medir e interpretar dados. Para George Box, importante estatístico britânico das décadas de 1980 e 1990, a estatística vai além dos números, adentrando o campo da educação. “O trabalho do estatístico é catalisar o processo de aprendizagem científica”, afirmou o estatístico.  

O uso de estatísticas permite a análise de informações em organizações e o acompanhamento racional dos dados. Nesse sentido, existem metodologias específicas destinadas a cada uso, como empresarial e educacional. Na área educacional, a estatística, além de facilitar a descrição de dados, enriquece os trabalhos acadêmicos. Com base nisso, a professora do curso de estatística da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Ana Hermínia, criou, em maio de 2018, o projeto Estatística Aplicada à Software Livre. 

Normalmente os estudantes não possuem conhecimentos sobre softwares para tratamento de dados, como o R, o que dificulta a utilização desses programas na análise estatística.  Para Louise Fernandes, concluinte da graduação em ciências biológicas, as aulas da ação oferecem um conhecimento necessário que não é abordado na maioria dos cursos.  Ela contou que nas oficinas do projeto adquiriu outra concepção sobre o programa e aprendeu a utilizar a ferramenta do R estúdio para analisar os dados obtidos para o seu trabalho de conclusão de curso.

“Quando a gente começa a ver o programa nossa visão muda. Achamos que é um bicho de sete cabeças e depois notamos que é algo simples”, assegurou a estudante. De acordo com Ana Hermínia, o projeto surgiu da grande procura de alunos de outros cursos que desejavam ter uma aprendizagem maior na utilização do software R, programa utilizado para converter dados em gráficos que possam ser utilizados em dissertações, monografias e artigos. “Tive a ideia de fazer o projeto de extensão que pudesse suprir a necessidade de todos, que pudesse reunir todos os interessados”, declarou a coordenadora. 

O projeto oferece cursos de estatística aplicada em software para estudantes de todos os cursos da graduação e da pós-graduação da UFPB e acontece em aulas ministradas semanalmente no Laboratório Rui Barbosa – Departamento de Estatística. Ao todo serão quatro turmas: duas já em execução e duas que serão iniciadas no mês de setembro.

As aulas são ministradas por três professoras do Departamento, Ana Hermínia, coordenadora da ação, e as docentes colaboradoras Maria Lídia e Gilmara Cavalcante. Elas também contam com a colaboração de Davi Henrique, monitor da extensão. O aluno afirmou que o projeto fomenta a utilização de dados nas pesquisas e facilita o tratamento de dados. “Vai melhorar para que o aluno possa dar grandes passos para outras pesquisas e enriquecer o material desenvolvido”, contou o aluno. 

O objetivo do projeto é capacitar os alunos a aplicarem os conhecimentos estatísticos adquiridos dentro da Universidade e que não são aplicados em trabalhos acadêmicos. “O conhecimento fica perdido. Então o objetivo seria aumentar a qualidade dos artigos, das teses, de todos os materiais acadêmicos, melhorar a pesquisa na instituição e capacitar os estudantes para aplicarem isso em algum software”, explicou Ana Hermínia. 

Para participar das aulas é necessário ter cursado ao menos uma disciplina de estatística básica ao longo da graduação ou da pós-graduação. Ao final da ação, será publicado um e-book didático com o conteúdo das oficinas, que permitirá aos que não puderam participar do curso aprender a utilizar o software R estúdio em seus trabalhos. A proposta é liberar o material no site do Departamento de Estatística. As vagas para as próximas turmas já foram preenchidas, porém para saber mais informações sobre os próximos cursos e vagas remanescentes é necessário acompanhar o Instagram do projeto @estatisticacomr.  


*Reportagem de Larissa Maia - Bolsista PRAC (2018)

 

registrado em: