Você está aqui: Página Inicial > Contents > Destaques > Setembro amarelo: Prevenção ao Suicídio é tema de ações no HULW
conteúdo

Notícias

Setembro amarelo: Prevenção ao Suicídio é tema de ações no HULW

Uma das ideias é chamar a atenção por meio de rodas de conversa sobre o assunto
publicado: 06/09/2019 10h01, última modificação: 06/09/2019 10h01
Setembro amarelo

Setembro amarelo

Dados da Organização Mundial da Saúde mostram que, por dia, 32 brasileiros tiram a própria vida, o que equivale a uma pessoa a cada 45 minutos. Para conscientizar sobre a prevenção ao suicídio, este mês entra em cena a campanha Setembro Amarelo. O Hospital Universitário Lauro Wanderley, vinculado à Universidade Federal da Paraíba e à Rede Ebserh, mais uma vez, vai levar a ação aos usuários e colaboradores com uma programação diversificada.

Nesta quarta-feira, dia 4, será exibido o filme A Ponte, que conta histórias sobre a Golden Gate, um importante ponto turístico do Estado da Califórnia, nos Estados Unidos, mas também o lugar no mundo com o maior índice de suicídios. A sessão acontece no Auditório de Ciências Médicas da UFPB e, em seguida, o público vai participar de uma roda de conversa com os residentes em psiquiatria Ygor Bereza, Thais Lira e Cristenes Sanches e a psicóloga Vanessa Amorim.

No dia 11, às 10 horas, no auditório professor Lindbergh Farias, o psiquiatra Mário Vasconcelos vai abordar o tema Saúde Mental e Prevenção ao Suicídio, em uma palestra voltada principalmente para os colaboradores do hospital.Já no dia 20, às 9 horas, também no auditório do HULW, haverá a sessão Cinepsiquiatria e Discussão, também com a exibição do filme A Ponte.

Na segunda, 23, vai acontecer um evento com pelo menos quatro palestras sobre o tema no auditório do Centro de Ciências Médicas da UFPB. A primeira será às 9 horas, em que o psiquiatra Alfredo Minervino abordará o suicídio. Na sequência, às 10h30, o tema é “Automutilação e Impulsividade: Transtorno ou característica da personalidade?”.

Às 14 horas, será a vez de falar sobre “Manejo do Comportamento Sucedida”, com os especialistas Pedro Freire, Aécio Cavalcanti e Marina Joffily. Às 16 horas, o psiquiatra Heydrich Virgulino vai falar sobre Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH). A programação do Setembro Amarelo foi elaborada pelo Grupo de Humanização (GTH) do Hospital Universitário em parceria com o ambulatório de Psiquiatria do HULW e alunos da Residência Médica em Psiquiatria da Universidade Federal da Paraíba.

Na terça-feira, dia 24, no auditório do HULW a Organização e funcionamento do ambulatório de psiquiatria do Hospital Lauro Wanderley vão ser abordados pela psiquiatra Elisângela Braga e, em seguida, às 9 horas, o também psiquiatra Alfredo Minervino fará mais uma palestra sobre o suicídio.

Ainda pela manhã, o tema será “Manejo do comportamento suicida em um hospital geral”, com a psicóloga Camila Assunção, os médicos Camila Moraes e Felipe Nobre e a assistente social Íris Cunha. À tarde, a palestra abordará a Depressão nos ciclos da vida, com os médicos Carolina Braga, Elton Lima e roberto mendes. Ao final, os presentes serão convidados a participar de um abraço coletivo. O encerramento das atividades do Setembro Amarelo no HULW está marcado para o dia 30 de setembro, no auditório professor Lindbergh Farias, com uma sessão de relaxamento com a psicóloga Vanessa Amorim.

A cor amarela, segundo o site do Centro de Valorização da Vida (CVV), foi escolhida por representar a luz e o sol, simbolismo que reflete a proposta da campanha de preservar a vida. Em 2015, o Setembro Amarelo foi criado pelo CVV, Conselho Federal de Medicina (CFM) e Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP). Durante o mês, monumentos em diferentes cidades também adotam a cor amarela nas fachadas para dar visibilidade à causa.

 

PROGRAMAÇÃO COMPLETA