Você está aqui: Página Inicial > Contents > Menu > Assuntos > Apresentação

Apresentação

por CCEAM publicado 05/04/2016 09h06, última modificação 04/05/2018 13h38

 Atenção: reservem a data pois vem aí...

proambi

 

Seja bem-vindo ao portal da Coordenação do Curso de Graduação em Engenharia Ambiental do Centro de Tecnologia da Universidade Federal da Paraíba, Campus I - João Pessoa. 

Aqui você irá encontrar documentos, regimentos e informações sobre a estrutura, disciplinas, abertura de processos e laboratórios do curso, bem como informações sobre atividades de monitoria, pesquisa e intercâmbio, além de notícias relacionadas ao nosso curso.

Nos itens abaixo, você poderá saber mais sobre:


 

  •  Criação do curso

 O curso de graduação em Engenharia Ambiental (bacharelado) da UFPB Campus I (João Pessoa) foi criado pela Resolução 28/2008 do CONSEPE (Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão da UFPB) de 20 de junho de 2008.

Como consta nessa resolução, esse curso foi criado considerando:

- a necessidade de capacitação de profissionais para atuar nos campos de trabalho
emergentes na área de engenharia ambiental;
- os critérios e os padrões de qualidade estabelecidos pela UFPB para formação de
profissionais;
- a importância de um Projeto Político Pedagógico dinâmico e atualizado em constante
processo de avaliação;
- as diretrizes fixadas pela Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, Lei nº
9.394/96, que orientam a elaboração curricular;
- a Resolução CNE/CES nº 11, de 11 de março de 2002, que institui as diretrizes
curriculares nacionais do curso de graduação em Engenharia

retornar ao topo

 


 

  • Projeto Político-Pedagógico

 O Projeto Político-Pedagógico (PPP) do curso de Engenharia Ambiental da UFPB foi aprovado na Resolução 29/2008 do CONSEPE de 20 de junho de 2008. O PPP contempla o conjunto de ações sócio-políticas e técnico-pedagógicas relativas à formação profissional que se destinam a orientar a concretização curricular do referido curso.

Nesse PPP, são definidos critérios básico como duração mínima e máxima do curso, quantidade de horas/aula a serem integralizadas, quantidade de créditos mínima e máxima para matrícula em cada semestre letivo, e é apresentada a estrutura curricular, o detalhamento da composição curricular e outras informações.

Faça o download do PPP completo aqui.

retornar ao topo

 


 

  • Objetivo do curso

Formar engenheiros ambientais, com formação crítica, criativa e reflexiva, capacitado a absorver e desenvolver novas tecnologias, estimulado na identificação e resolução de problemas, considerando seus aspectos políticos, econômicos, sociais, ambientais e culturais, com visão ética e humanística, em atendimento às demandas da sociedade.

retornar ao topo

 


 

  • Perfil profissional

 O curso de graduação em Engenharia Ambiental tem como perfil do egresso um profissional com formação técnico-científica e profissional, capacitado para absorver e desenvolver novas tecnologias estimulando a sua atuação crítica e criativa na identificação e resolução de problemas, considerando seus aspectos políticos, econômicos, sociais, ambientais e culturais, bem como capacitado para absorver e desenvolver novas tecnologias, com visão ética e humanística, em atendimento às demandas da sociedade.

retornar ao topo

 


 

  • Competências, atitudes e habilidades

 O profissional formado em Engenharia Ambiental deve possuir as seguintes competências, atitudes e habilidades, para o exercício pleno da profissão:

- aplicar conhecimentos matemáticos, científicos, tecnológicos e instrumentais à engenharia;
- projetar e conduzir experimentos e interpretar resultados;
- conceber, projetar e analisar sistemas, produtos e processos;
- planejar, supervisionar, elaborar e coordenar projetos e serviços de engenharia;
- identificar, formular e resolver problemas de engenharia;
- desenvolver e/ou utilizar novas ferramentas e técnicas;
- supervisionar a operação e a manutenção de sistemas;
- avaliar criticamente a operação e a manutenção de sistemas;
- comunicar-se eficientemente nas formas escrita, oral e gráfica;
- atuar em equipes multidisciplinares;
- compreender e aplicar a ética e responsabilidades profissionais;
- avaliar o impacto das atividades da engenharia no contexto social e ambiental;
- avaliar a viabilidade econômica de projetos de engenharia;
- assumir a postura de permanente busca de atualização profissional.

Para o desempenho de atividades referentes à administração, gestão e ordenamento ambientais e monitoramento e mitigação de impactos ambientais para o exercício específico da profissão, o profissional deve possuir as seguintes competências, atitudes e habilidades:

- Gestão, supervisão, coordenação, orientação técnica;
- Coleta de dados, estudo, planejamento, projeto, especificação;
- Estudo de viabilidade técnico-econômica e ambiental;
- Assistência, assessoria, consultoria;
- Direção de obra ou serviço técnico;
- Vistoria, perícia, avaliação, monitoramento, laudo, parecer técnico, auditoria, arbitragem;
- Desempenho de cargo ou função técnica;
- Treinamento, ensino, pesquisa, desenvolvimento, análise, experimentação, ensaio, divulgação técnica, extensão;
- Elaboração de orçamento;
- Padronização, mensuração, controle de qualidade;
- Execução de obra ou serviço técnico;
- Fiscalização de obra ou serviço técnico;
- Produção técnica e especializada;
- Condução de serviço técnico;
- Execução de desenho técnico.

retornar ao topo



 

  • Campo de atuação profissional

O Engenheiro Ambiental é um profissional qualificado para empreender, conceber, implementar, executar, gerenciar e avaliar um grande leque de planos, programas, projetos e processos voltados às questões ambientais da atualidade.

Os campos de atuação profissional, além dos relacionados com a Ética e a Legislação Profissional e demais requisitos para o exercício consciente da profissão, são:

Recursos Naturais: Sistemas, Métodos e Processos de Aproveitamento, Proteção, Monitoramento, Manejo, Gestão, Ordenamento, Desenvolvimento e Preservação de Recursos Naturais. Recuperação de Áreas Degradadas, Remediação e Biorremediação de Solos Degradados e Águas Contaminadas e Prevenção e Recuperação de Processos Erosivos.

Recursos Energéticos: Fontes Tradicionais, Alternativas e Renováveis Relacionadas com a Engenharia Ambiental. Sistemas e Métodos de Conversão e Conservação de Energia, e Impactos Ambientais, Eficientização Ambiental de Sistemas Energéticos Vinculados aos Campos de Atuação da Engenharia.

Gestão Ambiental: Planejamento Ambiental em Áreas Urbanas e Rurais. Prevenção de Desastres Ambientais. Administração, Gestão e Ordenamento Ambientais. Licenciamento Ambiental. Adequação Ambiental de Empresas. Monitoramento Ambiental. Avaliação de Impactos Ambientais e Ações Mitigadoras. Controle de Poluição Ambiental. Instalações, Equipamentos, Componentes e Dispositivos da Engenharia Ambiental.

O profissional formado pelo Curso de Engenharia Ambiental está habilitado a exercer suas atividades em:

- Empresas de consultoria que atuam na área do meio ambiente.
- Centros de pesquisas nos níveis federal, estadual e municipal.
- Empresas e serviços públicos ou privados de saneamento ambiental.
- Agências reguladoras de energia elétrica, água e vigilância sanitária.
- Gerenciamento e controle do meio ambiente nos órgãos executores municipais, estaduais e federais.
- Organizações não governamentais.
- Universidades.
- Indústrias de diferentes tipos.
- Consultor autônomo

retornar ao topo